DIRETOR DA FEDERAL INVEST FALA SOBRE SAÍDAS PARA A CRISE

DIRETOR DA FEDERAL INVEST FALA SOBRE SAÍDAS PARA A CRISE

DIRETOR DA FEDERAL INVEST FALA SOBRE SAÍDAS PARA A CRISE

O palestrante ressaltou que crises são cíclicas e que empresários precisam decidir entre esperar e agir

Ter foco, plano de ação, capacidade de negociação com credores, tranquilidade para agir e alinhar a equipe. Em resumo, são essas as recomendações apresentadas por Junior Stocco, diretor da Federal Invest, na palestra “Sua Empresa Pode Mais – Em tempo de Crise é Fundamental Decidir entre o Esperar e o Agir”, proferida para um seleto público formado por pouco mais de 50 empreendedores, na terça-feira, 24 de novembro, no auditório da ACIAR, na cidade de Registro, São Paulo. Reconhecendo que os empresários vivem momentos difíceis, em função da crise econômica e ética, Junior Stocco lembrou que crise é um fenômeno conhecido e estudado. “É uma imperfeição do capitalismo”, observou. “A parte boa é que não dura para sempre”, completou, ressaltando que a vida tem que seguir em frente. Junior Stocco recorreu a um vídeo em que o Papa Francisco orienta as pessoas, diante da crise, a não se desesperarem, buscarem superar ou, se não for possível, suportar até quando puder.

O palestrante também falou sobre a teoria da crise – as crises sempre existiram e passam e cabe ao empresário adaptar sua empresa para o futuro melhor. E aí chega-se no impasse: esperar ou agir? Na opinião de Stocco, nesses momentos é preciso tomar atitudes. “Ou o líder da empresa pensa e age ou ninguém fará isso por ele”, afirmou, observando que o primeiro passo para manter a estabilidade emocional. “De cabeça quente você não consegue somar dois e dois”, afirmou. Mas, para avançar, é preciso ter um plano de ação. “A equipe segue um planejamento”, disse. Vamos colocar um pouco de lógica na conversa”, avisou Junior Stocco, recomendando que os empresários elaborem demonstrativo de resultado do exercício e fluxo de caixa. “Não é momento de ter estoque, aconselhou.

Agir como ator – No encerramento da palestra, o 2º vice-presidente da ACIAR, João Del Bianco Neto, revelou que em 1990 perdeu tudo, quase fechou o negócio e acabou se submetendo a uma cirurgia cardíaca. Ele recomendou aos empresários que não leve para casa os problemas da empresa. “Não entre no mesmo redemoinho que a sua empresa está entrando. A tranquilidade que você terá em casa é que vai te dar condições de buscar soluções para seus negócios”, aconselhou.

* Fonte: Revista Informaciar – Dezembro 2015

0 Comentários

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.